A importância do apoio psicológico a profissionais de saúde durante a pandemia

apoio psicológico a profissionais de saúdeSabemos a importância em prestar apoio psicológico a profissionais de saúde já que eles lidam com diversos problemas ao longo da sua jornada de trabalho, o que acarreta grande carga emocional.

Este apoio deve ser redobrado no momento em que o mundo enfrenta uma crise de saúde, como é o caso da pandemia do COVID-19.

De antemão reforçamos que o objetivo deste artigo é apresentar dicas de apoio psicológico a profissionais de saúde no que tange a prática da inteligência emocional no ambiente de trabalho, seja ele lidando diretamente com pacientes ou administração hospitalar.

Uma vez que temos ciência de que em casos com níveis avançados de stress ou abalo emocional o indicado é que se procure ajuda profissional especializada, como psicólogos por exemplo.

Adotar hábitos saudáveis e exercícios mentais e corporais podem te ajudar a lidar melhor com os desafios diários e é disso que vamos falar aqui.

Ultimamente muito se tem falado em prestar apoio aos profissionais da linha de frente de combate à COVID-19, que são: médicos, enfermeiros, técnicos, profissionais responsáveis pela manutenção predial, entre outros.

Mas, em um cenário que atinge diretamente a rotina das instituições hospitalares, todos os colaboradores podem ser afetados, desde a recepção até a administração, passando por fornecedores.

Por isso, pensar em estratégias de apoio psicológico a profissionais de saúde e todo o quadro de colaboradores de um hospital é importante neste momento.

Obviamente os benefícios vão além de manter um colaborador engajado, uma gestão pautada em apoio psicológico traz benefícios físicos e mentais para todo um time.

A multinacional Right Management responsável por gestão de carreiras, desenvolveu uma pesquisa em mais de 15 países ouvindo mais de 30 mil pessoas, sendo 10 mil brasileiros, onde foi possível concluir que colaboradores felizes são 50% mais produtivos, por isso a importância de se investir no bem estar do seu time.

TelePsico COVID-19

Recentemente a ANS divulgou um programa de apoio psicológico a profissionais de saúde através do TelePsico COVID-19, que utiliza das premissas de atendimento da Telemedicina para prestar apoio psicológico a profissionais de saúde.

”Esperamos que os profissionais obtenham alívio para o seu sofrimento utilizando o que já se sabe de intervenções que funcionam e que tem base científica. O projeto testará também que tipo de técnica pode ser mais adequada para essas situações de crise”

Disse o médico e doutor em psiquiatria Giovanni Abrahão Salum, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul durante apresentação do projeto.

Este é um programa voltado aos profissionais que atuam na linha de frente em combate ao coronavírus.

Porém nada impede que gestores e até mesmo uma auto iniciativa dos profissionais da administração hospitalar desenvolvam hábitos que treinem e moldem sua inteligência emocional.

Baseados neste programa listamos algumas práticas que profissionais da administração hospitalar podem adotar para manter o equilíbrio emocional em ambientes com altos níveis de stress e pressão.

Exercícios para apoio psicológico a profissionais de saúde

Como mencionado anteriormente a ANS desenvolveu o programa TelePsico COVID-19 que utiliza de técnicas de Mindfulness, e é justamente sobre elas que iremos falar agora.

Técnicas de Mindfulness

Esta abordagem psicológica busca atingir a atenção plena para que uma pessoa consiga o foco total no trabalho evitando as adversidades e stress do dia a dia.

Embora esta abordagem inicialmente fosse ligada a práticas religiosas de meditação, hoje já é validada por psicanalistas principalmente após estudos propostos pela Universidade de Massachusetts (EUA) em 1979.

Tratamentos com abordagens Mindfulness funcionam como exercícios que estimulam:

  • Capacidade de atenção;
  • Aceitação (não-julgamento);
  • Técnicas de respiração;
  • Body Scan (escaneamento corporal).

Espaço de apoio e compartilhamento diários

Pensando em iniciativas coletivas que podem ser adotadas por grupos, é possível citar a destinação de espaços para troca de experiências e compartilhamento de sentimentos.

Adaptando a nossa realidade, é possível a criação de grupos de apoio virtuais onde os membros podem compartilhar suas dores e inseguranças.

Porém cuidado para não transformar seu grupo de apoio psicológico a profissionais de saúde em uma sessão de terapia em grupo.

O objetivo aqui é buscar de uma percepção diferente e que mostre um cenário positivo.

Inteligência emocional

A busca por inteligência emocional tem relação direta com uma boa administração dos seus sentimentos e emoções, podemos dizer que é tratá-los de forma mais analítica possível, além de ter este mesmo senso crítico quando se trata de outra pessoa.

A inteligência emocional tem alguns pilares que norteiam os adeptos desta estratégia de auto-gestão, são elas:

  • Autorresponsabilidade;
  • Percepção das Emoções;
  • Gerenciamento das Emoções;
  • Foco;
  • Ação.

Quando você começa a tratar suas emoções desta forma, os resultados são satisfatórios, como por exemplo, foco no trabalho, resiliência (capacidade de adaptação), e facilidade em lidar com crises.

Utilize sua área de conforto

Este exercício talvez seja o mais simples, não demanda um vasto conhecimento ou estudo teórico.

Trata-se basicamente de buscar um lugar de conforto e desenvolver atividades que te agrade.

Sejam estar próximo de sua família,ler um livro, praticar atividades físicas, apreciar uma comida que você goste, ou estar na companhia de seus amigos.

Acredite, estar na sua “área de conforto” além de satisfatório pode ser revigorante para lidar com a pressão em ambientes com altos níveis de stress.

Sabemos que a pandemia de COVID-19 é um momento ímpar e que todos os problemas que desencadeiam com ela não podem ser minimizados.

Por isso dê a devida atenção à sua saúde emocional e não adie o início de práticas que favoreçam sua mente e seu corpo, os ganhos são inúmeros.

Consideramos a informação uma das principais estratégias para lidar com os desafios do dia a dia.

Justamente por termos o conhecimento da mudança dos métodos de trabalho com a crescente demanda de trabalhos remotos,

Acreditamos que tem sido o desafio atual dos gestores lidar com novos modelos de gestão de equipes.

Conhecer o território em que se está pisando é primordial para garantir uma estabilidade emocional e se preparar para as surpresas de novos desafios.

Destacamos um artigo do nosso blog que fala a respeito da liderança de equipes à distância. Leia agora e aproveite as dicas deste artigo para colocar em prática um modelo de gestão emocionalmente responsável.