4 estratégias poderosas para não perder o prazo no envio do faturamento hospitalar

envio do faturamento hospitalar

O envio do faturamento hospitalar é umas das etapas cruciais do processo financeiro hospitalar e merece a devida atenção.

Afinal, uma simples falha e todo o trabalho pode ir por água abaixo.

Contudo uma das grandes queixas de gestores e faturistas, pode estar relacionadas ao envio do faturamento hospitalar dentro do prazo estipulado pelas operadoras de saúde.

Por isso, reservamos este artigo onde apresentaremos algumas técnicas que podem ser fundamentais, para não perder o prazo na entrega do produto final do faturamento.

 

Entendendo o Faturamento Hospitalar

Para que esta leitura faça sentido para você, esperamos que não haja dúvidas sobre as etapas de um faturamento, por isso te convidamos a conferir O Guia Completo do Faturamento Hospitalar disponível aqui em nosso blog.

Dessa forma, asseguramos que nenhum passo fique confuso, por sua vez você consegue acompanhar com clareza as técnicas a seguir.

Vamos lá?

 

Envio do Faturamento Hospitalar

Acreditamos que você já conheça o Padrão TISS, que é a terminologia utilizada para troca de informações entre operadoras e prestadoras de saúde.

É seguindo estas orientações propostas por este padrão, que são enviados os dados pertinentes ao faturamento hospitalar para os planos de saúde.

Mas, apenas seguir este padrão não garante que sua instituição receba o pagamento das guias faturadas, outro fator importante nesta equação é o envio destas informações dentro do prazo.

É esta etapa que queremos destacar!

 

Acompanhar os prazos é a chave!

Infelizmente milhares de reais são perdidos diariamente pelos hospitais simplesmente por não enviarem seus faturamentos dentro do prazo estipulado.

Isso é resultado de um acúmulo de atividades burocráticas que demandam tempo para serem executadas.

Estar atento aos prazos é importante, pois de nada adianta cumprir perfeitamente com todas as etapas do Processo Hospitalar, se ela não chega a parte interessada (a operadora) em tempo hábil.

Entenda: estes prazos são determinados para que a própria operadora consiga realizar o retorno do faturamento, e seguir com o pagamento das guias emitidas no prazo.

Deste modo, realizar os acompanhamentos não só de envios, mas também de recebimentos, garante que no fim do ciclo de faturamento as contas fechem corretamente.

Mas não se preocupe, vamos por etapas.

Aqui queremos te apresentar algumas estratégias para não perder o prazo de envio do faturamento hospitalar.

 

Estratégias para gerenciar os prazos de envio do Faturamento Hospitalar

Até aqui você aprendeu a importância dos prazos no processo hospitalar, tanto para as operadoras e especialmente para os hospitais.

Aprendemos também que o não cumprimento desses prazos pode comprometer todo o Ciclo da Receita Hospitalar.

Mas, o que fazer para estar sempre em dia com as operadoras de saúde?

Vamos partir do cenário em que todo o faturamento esteja em dia, e nossa principal preocupação seja em enviá-lo às operadoras da data correta.

A receita então é simples. 

Temos que realizar apenas uma boa gestão do tempo e acompanhamento de datas, para isso você tem a sua disposição algumas soluções em tecnologia que provavelmente já tenha disponível em sua instituição.

 

Google Agenda

Uma das ferramentas mais utilizadas para gerenciamento de compromissos. Com o Google Agenda você e sua equipe podem registrar a data de envio do faturamento, e receber um lembrete na data escolhida para não perder o prazo.

 

Quadros colaborativos

Com ferramentas de colaboração é possível registrar demandas e datar a entrega delas, como por exemplo:

  • Envio do faturamento hospitalar para operadora X
  • Entrega em 16/11 às 8 da manhã
  • Colaboradores responsáveis: João, Marcos e Pedro…

Neste exemplo as 8 da manhã o João o Marcos e o Pedro receberam uma notificação desta demanda, para seguir com o envio do faturamento.

Algumas ferramentas que desenvolvem bem esta função são: Monday.com, Microsoft Teams e o Trello.

 

Quadros e Checklist

Se você gosta do visual e é adepto a boa e velha agenda ou quadro, criar um checklist pode ser uma excelente solução.

Em um quadro ou uma agenda descreva as datas e as etapas a serem cumpridas, marque aquilo que já foi concluído e acompanhe as etapas seguintes.

Nesta estratégia é importante que você tenha o hábito de consultar diariamente seu checklist para não perder as datas descritas.

Outra vantagem deste modelo de acompanhamento de demandas é a visualização geral daquilo que foi executado. Assim você vê o andamento das atividades.

 

Automação

Agora, se você já testou estes modelos que citamos acima, ou se está em busca de maior assertividade no envio do faturamento hospitalar, a automação é sua estratégia da vez!

Cadastre seus arquivos XML’s e determine um prazo para enviá-los, assim que agendado os envios deixe que uma ferramenta de automação trabalhe por você.

Afinal existe um outro vilão que não citamos até agora. 

A burocracia nestes envios, pois o preenchimento de formulários nos sites das operadoras demanda extrema atenção e tempo.

Com a ajuda de uma automação sua preocupação se reduz a acompanhar o relatório de envio.

Gostou deste método?

Acha que ele seria funcional na sua instituição? Então você precisa conhecer o ZG Transmissão

 

Não perca o prazo com o ZG Transmissão

Esta solução é capaz de realizar o envio do Faturamento Hospitalar em tempo hábil, e o melhor de tudo com a assertividade que só uma automação pode te proporcionar, confira:

Ele ainda pode ir além, com o ZG Transmissão, você pode não só agendar o envio dos seus lotes de faturamento, também é possível:

  • Identificar previamente possíveis falhas nos arquivos;
  • Verificar a elegibilidade de pacientes antes mesmo do envio do faturamento;
  • Gerenciar os protocolos de entregas, conhecidos como capas de lotes;
  • Acompanhar os relatórios dos lotes já enviados;
  • Entre outras funcionalidades.

Solicite agora mesmo uma demonstração desta solução e não perca mais tempo, muito menos dinheiro com faturamento represado não enviado às operadoras.

Envio do faturamento hospitalar