Gestão Estratégica x Gestão Operacional: qual a diferença?

Gestão estratégica, gestão operacional, planejamento estratégico… Esses termos podem confundir, é normal que não dominemos todos eles!

Mas sem problemas! Hoje estamos aqui para desmistificar, de uma vez por todas, as principais dúvidas sobre esses tipos de gestão. E, o melhor de tudo, vem no final, então acompanhe essa leitura, está preparado?

Vamos falar sobre gestão?

Antes de tudo queremos que fique claro para você o papel da gestão dentro de um departamento ou instituição, e como ela pode ser crucial para garantir o sucesso de todo o resto (Operações, Liderança, Entregas…).

Um modelo de gestão diz muito sobre como será o fluxo de trabalho e consequentemente as entregas de um departamento.

Ações Positivas = Resultados Positivos

Ações Negativas = Resultados Negativos

Assim, entende-se que está na mão de um gestor todo o resultado da sua equipe.

Como uma boa gestão pode te fazer alcançar excelentes resultados?

Como dito anteriormente, um líder é capaz de ditar o clima e o nível dos resultados entregues, mas ele não trabalha sozinho!

Não é basicamente seguir o script de “bom gestor” que garantirá bons resultados, isso tem que partir da cultura empresarial.

Destacamos aqui um Manual do Gestor para garantir a Produtividade no Faturamento Hospitalar. Esse conteúdo pode ser um excelente ponto de partida para entender a gestão.

 

Melhore seu relacionamento com seus superiores gerindo bem seus liderados

Uma boa gestão não garante só excelentes resultados nos relatórios. A consequência disso pode ser também a melhora no relacionamento entre seus líderes e liderados, abrindo mais espaço para negociações de prazos e benefícios para o departamento.

Afinal de contas, que líder não gostaria de ter autonomia para negociar a flexibilização de alguns processos que travam sua equipe? Isso certamente contariam pontos a favor no relacionamento com seu grupo de liderados.

Esse é apenas um ponto quando falamos de relacionamento entre hierarquias.

Mas atenção, seus esforços não devem ser motivados por benefícios que você ou seu departamento pode ganhar ao atingir alguma meta, por exemplo, a motivação deve partir da satisfação em pertencer a uma organização.

Nada melhor que a sensação de dever cumprido!

Tipos de Gestão

Mas vamos ao que interessa, que são os tipos de gestão!

Gerir uma equipe ou departamento, pode ser embasado em diversos métodos de estratégia, como por exemplo: 

  • Por cadeia de valor;
  • Focado em processos;
  • Focado nos resultados;
  • Meritocrata;
  • Democrática;
  • Autoritária;
  • Entre outras…

Mas hoje, nosso objetivo aqui é falar sobre dois tipos de gestões: a Estratégica e a Operacional, e nós te explicamos melhor.

 Gestão Estratégica

Como o próprio nome já diz, Gestão Estratégica parte de uma estratégia, que vem de um Planejamento Estratégico inicial.

O desafio aqui é garantir que aquilo que foi planejado seja executado conforme o processo desenhado e melhorado conforme forem surgindo a necessidade de melhorias.

Justamente por isso a Gestão Estratégica visa sempre responde às seguintes questões:

  • O que?
  • Onde?
  • Quando?

Para então entregar a resposta esperada: “COMO?” 

A Gestão Estratégica pode ser encarada como um departamento nas organizações de maior porte, ou uma atividade rotineira quando pensamos em uma organização de pequeno e médio porte.

Ela é responsável por encontrar soluções para desburocratizar processos ou atividades, como por exemplo, o levantamento de soluções para otimizar processos.

 

Gestão Estratégica

Gestão Operacional

Se por um lado a Gestão Estratégica tem o objetivo de levantar as melhores estratégias para otimizar processos, por outro lado, a Gestão Operacional vai encontrar a melhor maneira de executar esses comandos.

Garantindo assim que eles sejam executados sistematicamente!

Em resumo, operacionalizar processos é o objetivo nesse modelo de gestão, aliás não existe “um ou outros”, ambos modelos de gestão se conversam e são minimamente necessários para garantir o bom andamento de projetos.

A grande diferença é que aqui, lidar com burocracias faz parte da rotina de quem trabalha com Gestão Operacional, e toda a rotina de trabalho deve ser milimetricamente padronizada.

Um exemplo de atividade de Gestão Operacional são as Auditorias, por mais que seja um processo analítico característico da Gestão Estratégica, ele segue métodos e padrões que são nitidamente funções operacionais.

Documentar os processos, gerando guias de conceito, passo a passo ou fluxos de trabalho está presente na rotina de quem lida com esse modelo de gestão.

 

Diferença entre Gestão Estratégica e Gestão Operacional

Vamos fazer uma revisão?

Até aqui você aprendeu:

  • O que é gestão?
  • Sua importância,
  • Quais os tipos mais comuns de gestão;
  • Como uma boa gestão pode garantir bons resultados.
  • O que é Gestão Estratégica;
  • O que é Gestão Operacional.

Agora é hora de entender a diferença entre elas…

De maneira alguma podemos dizer que um modelo de gestão está certo e outro errado, aliás como já mencionamos acima, ambos modelos de gestão conversam entre si.

E eles são necessários para garantir excelentes resultados, geralmente encerramos nossos textos pedindo que você analise seu cenário e veja o que melhor condiz com sua realidade, mas desta vez não.

Desta vez esperamos que você entenda a real importância e a necessidade de implementar os dois modelos de gestão em sua instituição.

Faça o teste e nos diga aqui nos comentários quais foram os ganhos.

Agora, se você já trabalha com esses dois métodos, compartilhe conosco sua experiência, quais as dificuldades em alinhar ambos métodos? 

Queremos ouvir sua opinião!

E se você ainda vai começar a estudar métodos para implementar um ou outro modelo de gestão, reservamos uma leitura que será o start no seu projeto, no artigo: Andragogia aplicada na gestão de equipes hospitalares, você aprender técnicas para lidar com o elemento principal deste processo, O COLABORADOR!

Confira agora, ou salve para ler mais tarde, mas não perca mais tempo e comece hoje a estruturar ainda mais seu departamento.